(21) 3079-3997   (21) 96711-4331

HPV: vc sabe o que é?

Famoso por causar câncer de colo de útero, na verdade o vírus também pode atingir diversas áreas do corpo. Ou seja, o papilomavírus humano, mais conhecido pela sigla HPV, não é uma ameaça apenas ao sexo feminino. Qualquer sinal de algo errado na boca, na garganta ou no pênis merece policiamento médico.

Vamos explicar: o papilomavírus humano é a infecção sexualmente transmissível mais comum do mundo. No Brasil mais de 54% dos jovens entre 16 e 25 anos possuem HPV. O vírus é expulso pelo corpo naturalmente mas, em alguns casos, não raro ele se instala e pode desencadear doenças graves.

Há mais de 200 tipos diferentes do HPV e, de toda essa variedade, cerca de 60 tipos originam verrugas na pele dos braços, do tórax, das mãos e pés. Estes causam verrugas comuns. Outros variedades, no entanto, desenvolvem-se bem em células epteliais e em superfícies úmidas, como vagina, ânus, colo uterino, vulva, cabeça do pênis, boca, garganta, traqueia, brônquios e pulmões.

Essa variação dita se a infecção acontece na pele, na genitália ou nas mucosas. O vírus precisa de células vivas para se reproduzir e o mais assustador é que sua proliferação é muito rápida, bastando um simples contato de pele com pele, sendo o método mais comum de transmissão o sexo desprotegido. Mas é possível também o contágio pelo parto, por objetos compartilhados e por transfusão de sangue, embora seja mais raro.

Entre as formas de prevenção estão a camisinha e a vacina – esta já disponível gratuitamente pelo SUS para meninos entre os 11 e 15 anos, além de meninas com menos de 15. No caso de mulheres, mais sujeitas a adquirir a doença, o exame papanicolau deve ser realizado no mínimo uma vez a cada 5 anos depois dos 30.

O diagnóstico do HPV não é tão simples porque normalmente o próprio corpo elimina o vírus ou a presença dele não manifesta os sintomas. Então o ideal é estar sempre em dia com o médico, pois além do diagnóstico, o profissional vai detectar o tipo de HPV, já que cada um pede um tratamento diferente.

Infelizmente não há uma cura clínica para o papiloma, mas nosso sistema imunológico consegue lidar com o vírus na maioria das vezes. Quando nosso corpo não consegue expulsar o parasita, é muito difícil a erradicação completa. Por isso, os tratamentos são apenas para reduzir sintomas e evitar a evolução da doença, mas é comum que o papiloma volte.

Fonte: Medical Site

QUEM SOMOS

Medical Site é uma empresa criada com o objetivo de cuidar da imagem de profissionais de saúde e estabelecimentos médicos de todos os portes na web. São profissionais experientes, com mais de 10 anos de contato com a área médico, que pensam e produzem as ferramentas e o conteúdo gerado pela empresa para seus clientes.

0
Conectando
Um momento...
Enviar mensagem

Desculpe, não estamos online no momento. Por favor, deixe sua mensagem.

* Nome
* Email
Telefone
Assunto
* Como podemos ajudar?
Entrar no chat

Temos um especialista online! Envie sua pergunta.

* Nome
* Email
Telefone
* Como podemos ajudar?
Estamos online!
Feedback

Ajude-nos a melhorar! Deixe seu feedback.

Como foi nosso atendimento?