(21) 3079-3997   (21) 96711-4331

O consumo moderado de álcool e o risco de câncer

Os últimos estudos sobre epidemias indicam que o consumo de bebidas alcoólicas, mesmo moderado, é um fator de risco para o desenvolvimento de vários tipos de tumores.

São bem conhecidos os efeitos do álcool a curto prazo sobre o humor, a concentração, a coordenação e o discernimento. Mas pouca gente sabe da relação do álcool com diversos problemas de saúde, entre eles, câncer. Mais especificamente, tumores de cavidade oral, faringe, laringe, esôfago, fígado, cólon, reto, mama e ainda pâncreas. Calcula-se que dos 8,8 milhões de mortes anuais por câncer no mundo, aproximadamente 340 mil se devam ao álcool.

Ainda não está claro se o uso de álcool após o tratamento de câncer pode aumentar o risco de recidiva, mas em pacientes que já foram diagnosticados, este consumo traz possibilidades de desenvolver um novo tumor.

Existe uma crença popular de que há um “nível seguro” para o consumo de bebidas alcoólicas e as marcas reforçam essa teoria: “beba com moderação”. Parte dos estudos científicos define essa “moderação” em até 1 drink diário para mulheres e 2 para homens, mas especialistas encontram riscos até em um consumo moderado. Não há uma cifra segura que não seja potencialmente carcinogênica. Quanto maior o consumo, maior o perigo.

O fato é que outros fatores de risco (como antecedentes familiares, predisposição de gênero ou índice de massa corporal) agravam o efeito do álcool em um corpo que carrega um tumor. Com exceção dos tumores hepáticos, que têm origem viral.

Tipo de bebida

Cada bebida é diferente no seu conteúdo alcoólico e nas outras substâncias que a compõe: por um lado, isso permitiu identificar o álcool como o principal agente carcinogênico, já que é o único elemento comum a todas elas, mas, por outro, dificulta a comparação dos estudos entre si.

Um caso interessante é o do câncer de mama e os tipos de vinho. Alguns componentes presentes no vinho tinto poderiam ter propriedades até preventivas, mas a quantidade de conteúdo alcoólico — veja, e não o tipo de bebida — é o fator chave na associação entre o câncer de mama e as bebidas alcoólicas.

O etanol é o tipo de álcool encontrado em bebidas alcoólicas, sejam elas cervejas, vinhos, licores ou destilados. Essas bebidas contêm diferentes percentuais de etanol, mas, em geral, um drinque padrão de qualquer tipo, seja 350 ml de cerveja, 150 ml de vinho ou 45 ml de licor, contém aproximadamente a mesma quantidade de etanol.

Dito isso, talvez seja o momento de uma mudança nos rótulos das bebidas alcoólicas, para que os riscos à saúde sejam apontados como já se faz nos maços de cigarro. Dados da Sociedade Americana de Oncologia Médica apontam que apenas 30% da população sabe que obesidade e álcool são fatores de risco para a aparição de tumores.

Fonte: Medical Site

QUEM SOMOS

Medical Site é uma empresa criada com o objetivo de cuidar da imagem de profissionais de saúde e estabelecimentos médicos de todos os portes na web. São profissionais experientes, com mais de 10 anos de contato com a área médico, que pensam e produzem as ferramentas e o conteúdo gerado pela empresa para seus clientes.

0
Conectando
Um momento...
Enviar mensagem

Desculpe, não estamos online no momento. Por favor, deixe sua mensagem.

* Nome
* Email
Telefone
Assunto
* Como podemos ajudar?
Entrar no chat

Temos um especialista online! Envie sua pergunta.

* Nome
* Email
Telefone
* Como podemos ajudar?
Estamos online!
Feedback

Ajude-nos a melhorar! Deixe seu feedback.

Como foi nosso atendimento?