(21) 3079-3997   (21) 96711-4331

Saiba mais sobre os tratamentos contra o câncer

A escolha do tratamento de câncer é discutida entre médico e paciente e vai depender do tipo e estágio do tumor, localização, estado de saúde geral da pessoa e possíveis efeitos colaterais.

Os principais tipos de tratamentos contra o câncer são a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia. Mas há outros que podem funcionar como complemento ou reforço:

Cirurgia: O mais antigo dos métodos e utilizado para vários tipos de câncer, especialmente em estágio inicial. Também pode funcionar como diagnóstico, biópsia e, em alguns casos, remoção de metástases.

Quimioterapia: Usa medicamentos anticancerígenos para destruir células tumorais. Porém, os quimioterápicos atingem todo o organismo, incluindo as células sadias e não somente as cancerosas.

Radioterapia: Utiliza radiações ionizantes para destruir ou inibir o crescimento das células cancerígenas. A radioterapia é cuidadosamente planejada para preservar ao máximo possível o tecido saudável, porém células sadias também podem ser danificadas – a diferença é que há possibilidade de recuperá-las, já as anormais, não.

Hormonioterapia: Algumas células tumorais possuem magnetismo para hormônios, que acabam desencadeando o crescimento e a proliferação dessas células. Portanto, a hormonioterapia vai impedir a ação dos hormônios para tratar tumores malignos que dependem desse estímulo.

Terapia-alvo: O tratamento é sistêmico, mas os medicamentos atacam especificamente as células cancerosas, alterando a forma como elas crescem, proliferam-se e interagem.

Imunoterapia: É um tratamento que se baseia na potencialização do sistema imunológico, utilizando anticorpos produzidos pelo próprio paciente ou em laboratório. A imunoterapia faz com que as células de defesa do organismo reconheçam o tumor.

Medicina personalizada: Trata o paciente de maneira exclusiva, analisando cada caso individualmente. Com base em informações extremamente únicas (como genes), os médicos esperam criar estratégias de prevenção, rastreamento e tratamento mais eficazes e com menos efeitos colaterais.

Transplante de medula óssea: A medula óssea contém células-tronco, responsáveis pela formação dos componentes do sangue: hemácias, leucócitos e plaquetas. O transplante é a coleta da medula óssea para o tratamento de alguns tipos de câncer, como leucemias, linfomas e mieloma múltiplo.

Assim que escolhido o tratamento, o paciente pode se submeter a um ensaio clínico para testá-lo, provando que é seguro, eficaz e melhor que o procedimento convencional. Convém lembrar que o paciente deve perguntar ao seu médico sobre os objetivos, a duração e os prováveis efeitos colaterais.

Fonte: Medical Site

QUEM SOMOS

Medical Site é uma empresa criada com o objetivo de cuidar da imagem de profissionais de saúde e estabelecimentos médicos de todos os portes na web. São profissionais experientes, com mais de 10 anos de contato com a área médico, que pensam e produzem as ferramentas e o conteúdo gerado pela empresa para seus clientes.

0
Conectando
Um momento...
Enviar mensagem

Desculpe, não estamos online no momento. Por favor, deixe sua mensagem.

* Nome
* Email
Telefone
Assunto
* Como podemos ajudar?
Entrar no chat

Temos um especialista online! Envie sua pergunta.

* Nome
* Email
Telefone
* Como podemos ajudar?
Estamos online!
Feedback

Ajude-nos a melhorar! Deixe seu feedback.

Como foi nosso atendimento?